Festival ¡Hola Rio! promove ocupação artística em Madri no mês de Setembro

O Estado do Rio de Janeiro está promovendo uma ação inédita com foco na internacionalização das artes produzidas em seu território. É o Festival ¡Hola Rio!, que acontece entre os dias 8 de setembro e 7 de outubro, em Madri, capital da Espanha. Nomes como Teresa Cristina, a Focus Cia de Dança e o Corpo de Baile do Theatro Municipal dividirão o espaço com projetos contemplados no edital “Casa de América”, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio (Sececrj). A missão internacional vai reunir mais de 30 obras.

De forma coletiva, a riqueza cultural do Rio vai garantir uma programação composta por mostras de teatro, dança, música, cinema e exposições de artes visuais. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Sececrj), em parceria com a Casa de América, o Serviço Social do Comércio (SESC) do Rio de Janeiro, em uma correalização da Prefeitura de Madri, do Programa  “21distritos”, através do Departamento de Cultura da Câmara Municipal de Madri, e da Cinco Elementos Produções.

Mundiá Carimbó leva espetáculo de música a Madri

A Secretária de Cultura e Economia Criativa do Estado, Danielle Barros, explica a dimensão do projeto, que foi pensado para reconhecer e impulsionar a potência do encontro criativo entre Brasil e Espanha.

“É a primeira vez que o Rio de Janeiro realiza uma articulação de impacto no âmbito internacional como essa. São mais de 110 artistas, gestores, produtores e técnicos envolvidos nessa ação que integra e transforma. Montamos uma programação plural e inclusiva, que situa a diversidade cultural como porta de entrada para intercâmbios e redes de cooperação abrangentes”, ressalta a secretária.

Adrian Sepiurca, diretor artístico do programa madrilenho, destaca o caráter inovador da parceria internacional que resultou no Festival ¡Hola Rio!. “Esse encontro expande fronteiras artísticas e de comunicação. Além de fortalecer laços culturais e afetivos entre artistas do Rio e de Madri, a programação vai possibilitar que a população da capital espanhola acesse um relevante panorama das artes produzidas no Brasil”, conclui.

Focus Cia. de Dança apresenta repertório de espetáculos e realiza intercâmbio com companhia espanhola de dança

Gestores culturais, curadores e agentes do mercado internacional de artes estão mobilizados para participar presencialmente do “Encontro Brasil e Espanha de Gestão e Difusão Cultural”. Paulo Feitosa, diretor geral do Festival ¡Hola Rio!, comenta a ideia de potencializar as relações diplomáticas no campo da arte, da cultura e da economia criativa entre os dois países. “Para nós é fundamental que essa oportunidade de intercâmbio promova colaboração, troca de experiências, diálogo intercultural, mas vai ser maravilhoso se isso também resultar em mobilização de parcerias que gerem oportunidades e ampliem o alcance das produções artísticas entre Rio e Madri”, completa.

Os agentes culturais fluminenses selecionados para participar dessa programação na Espanha estão participando de uma formação específica em internacionalização das artes, na Biblioteca Parque Estadual, no Centro do Rio. Os módulos envolvem temas como “planejamento para o mercado internacional de artes”, “logística para circulação internacional”, “relações de cooperação entre o artista e o programador na circulação internacional” entre outros, além de uma orientação individual para elaboração de portfólio específico para circulação internacional.

Sobre o edital Casa de América

A chamada pública foi lançada pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj) em junho, com premiação total de R$ 3.780.500. A iniciativa tem como objetivo promover o intercâmbio dos artistas e a internacionalização da cultura fluminense na Europa, por meio da ocupação de um dos mais importantes centros de arte da Espanha.

O edital foi dividido em cinco categorias: dança, teatro, música, artes visuais e internacionalização artística e cultural. As apresentações acontecerão nos meses de setembro e outubro, período em que comemora-se o aniversário de independência do Brasil. As ações estão previstas para ocorrer não só na Casa de América, mas também em praças e ruas de Madri, com o intuito de democratizar o acesso do público local.